Em meio à alta mundial dos combustíveis, o Uber anunciou na terça-feira, 22, a suspensão da ferramenta de divisão de viagens com amigos. O recurso permitia que um passageiro “rachasse a conta” isonomicamente com contatos da agenda em uma mesma viagem. A companhia afirma que a mudança deverá acontecer em algum momento do mês de abril.

O Uber afirma que a suspensão tem caráter temporário e que pretende lançar uma versão da ferramenta nova e aprimorada nos próximos meses.

“Estamos trabalhando para aperfeiçoar a ferramenta que possibilita dividir os valores das viagens entre usuários e, por isso, o recurso estará temporariamente indisponível no aplicativo da Uber no próximo mês”, afirmou a companhia em nota ao jornal O Estado de S. Paulo.

O Brasil também está incluso na suspensão.
Nos Estados Unidos, a concorrente Lyft removeu ferramenta similar em 2018. Desde então, utiliza a empresa de pagamentos Venmo como opção para dividir a conta.

 

Agência Estado