Uso de máscara permanece obrigatório, apesar da queda nas restrições. Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Depois de quase 600 dias, chegam ao fim as restrições impostas pelo governo de São Paulo para conter a disseminação do coronavírus. A partir de hoje, os últimos eventos que estavam proibidos estão liberados: os shows com público em pé, as pistas de danças e a volta de 100% do públicos ao estádios de futebol, segundo as regras do Plano SP de flexibilização econômica.

Com isso, todos os estabelecimentos do estado podem funcionar sem restrição de público e horário. O uso de máscaras segue obrigatório. Cabe a cada município definir se segue o governo do estado. A capital paulista seguiu a orientação e vai liberar todos os eventos a partir desta segunda.

A quarentena imposta pelo governo do estado começou no dia 24 de março de 2020.

A cidade de São Paulo ultrapassou a marca de 90% da população adulta com o esquema vacinal completo contra a Covid-19. Segundo a secretaria municipal da Saúde, a cobertura vacinal para população acima de 18 anos está em 108% para primeira dose ou dose única e 93,6% para segunda dose ou dose única.

A capital também atingiu na última sexta-feira, a marca de 818.520 doses adicionais aplicadas. O reforço é essencial para os idosos, grupo considerado de maior risco para a doença.

A Secretaria Municipal da Saúde vai manter hoje e amanhã, feriado de Finados, a vacinação contra a covid-19 em esquema especial. As AMAs e UBSs Integradas vão funcionar das 7 da manhã às 7 da noite para vacinar os adolescentes de 12 a 17 anos, aplicar a segunda dose e também a dose adicional.

Lembrando que os menores de idade precisam estar acompanhados dos pais ou responsáveis. Para tomar a vacina também é preciso levar os documentos pessoais e o comprovante de endereço.