O município do Rio de Janeiro decidiu acabar, a partir desta terça-feira, 8 com a obrigatoriedade do uso de máscaras, em lugares fechados. A capital é a primeira do país a liberar totalmente o uso do equipamento.

 

(foto: Fernando Frazão)

A medida foi anunciada pelo prefeito Eduardo Paes após uma reunião do Comitê Científico da prefeitura e oficializada por meio de um decreto publicado em edição extra do Diário Oficial desta segunda-feira, 7.

Segundo o texto, o fim da obrigatoriedade vale para repartições públicas, comércio, transporte público, escolas, boates e casas de shows. No entanto, o uso do equipamento segue obrigatório em estabelecimentos de saúde.

O novo decreto prevê ainda para as próximas três semanas o fim da exigência de passaporte para a entrada em eventos e estabelecimentos na cidade. Essa exigência estará automaticamente cancelada quando a cidade atingir 70% de imunização com a dose de reforço entre a população com 18 anos ou mais.

(foto: Prefeitura Rio)

A capital fluminense registra neste momento um cenário de queda no número de mortes e de casos de covid-19. A vacinação segue também num ritmo avançado. Até o momento, 54% da população acima de 18 anos já tomou a terceira dose.

A Secretária Municipal de Saúde afirma que apesar de não obrigatório é indicado que principalmente pessoas idosas, e aquelas que ainda não estão com o ciclo de vacinação completa, continue fazendo o uso do item

A obrigatoriedade do item de proteção ao ar livre já havia sido encerrada em outubro passado.

 

Camila Grecco, Redação NBFM