Sem qualquer tipo de aviso prévio, os motoristas do sistema BRT entraram em greve na madrugada de hoje. A Prefeitura do Rio orienta à população que procure outra alternativa de transporte público para se locomover.

Um plano de contingência foi montado e apenas a operação da linha Santa Cruz x Alvorada, do BRT Transoeste, que é operada por ônibus comum, está funcionando.

Os demais corredores, Transcarioca e Transolímpica, estão paralisados.

A Prefeitura do Rio ressalta que não recebeu qualquer comunicado, por parte do Sindicato ou qualquer outra liderança, sobre a intenção dessa paralisação ou a pauta de reinvindicações.Portanto, trata-se de uma greve ilegal.

Na última semana a prefeitura anunciou a caducidade do sistema que agora é operado pela empresa Mobi Rio. A caducidade representa a extinção parcial do contrato de concessão do BRT e a devolução ao município deste serviço público.

Na ocasião o prefeito Eduardo Paes afirmou que a ação foi motivada pelo descumprimento por parte dos concessionários de obrigações contratuais de prestação de um serviço de transporte público adequado.

Jhade Marinho