O Ministro da Cidadania, João Roma, explica o pagamento do Auxílio Brasil. Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Começa a ser pago hoje o benefício do Auxílio Brasil, o programa de renda mínima que substituiu o Bolsa Família. Em novembro, vai receber o Auxílio Brasil quem já era beneficiário do Bolsa Família. Serão cerca de 14,6 milhões de beneficiários.

O calendário é o mesmo do Bolsa Família. Quem tem o Número de Identificação Social, o NIS, com final 1 recebe hoje. O cronograma segue, de acordo com o número do NIS, até o dia 30 de novembro. 

O cartão do Bolsa Família continua valendo para o saque até que seja substituído pelo cartão do Auxílio Brasil. 

O valor médio do novo benefício é de 217 reais por mês. A previsão é de que o valor médio de 400 reais prometido pelo governo seja pago a partir de dezembro.

A concessão e o valor do benefício poderão ser consultados pelo telefone da Caixa: 0800 426 02 07 ou pelo aplicativo do Auxílio Brasil.

Segundo o governo, quem já tinha o Bolsa Família vai receber o Auxílio Brasil automaticamente. Já quem tem o Cadastro Único, mas não recebia o Bolsa Família, vai para a lista de reserva, que vai sendo incorporada ao pagamento à medida que o governo tenha recursos no orçamento.

O Ministério da Cidadania promete adicionar mais 2,4 milhões de beneficiários em dezembro.

Quem não está no Cadastro Único precisa fazer a inscrição. Ela é realizada de forma presencial nos Centros de Referência de Assistência Social, os CRAS, ou em postos de atendimento do Cadastro Único e do Programa Bolsa Família das prefeituras.