Imagem: reprodução rede social

O filme com Alec Baldwin não deve ser finalizado. Na semana passada, o ator de Hollywood matou com um tiro acidental a diretora de fotografia Halyna Hutchins durante as filmagens do faroeste Rust. Um membro da equipe disse a uma revista estrangeira que nenhum deles espera que o longa termine. “Nunca”. Sabemos que infelizmente este é o fim do caminho para Rust”, disse ele. Mas não é só pelo fato da tragédia que o filme teria dificuldade para ser concluído. “Haverá processos judiciais”, declarou o membro da equipe que pediu para não ser identificado. As gravações estavam acontecendo no Novo México, nos Estados Unidos. O diretor do filme, Joel Souza, também ficou ferido. A polícia investiga qual tipo de projétil foi disparado. O que se sabe até agora é que quando atirou, Alec Baldwin estava ensaiando mirando a arma para a câmera.

No fim de semana, o ator escreveu no Twitter que está em contato com o marido de Halyna Hutchins, oferecendo todo o apoio a ele e a família. “Meu coração está partido pelo marido, filho e por todos os que conheciam e amavam Halyna”, disse Baldwin na rede social.