A Fifa confirmou que o Mundial de Clubes será entre os dias 3 e 12 de fevereiro, nos Emirados Árabes Unidos. O sorteio das chaves aconteceu na tarde desta segunda-feira, na sede da entidade, em Zurique.

Último representante a ser conhecido, o Palmeiras, por ser o campeão da Libertadores, já está na semifinal e vai enfrentar o vencedor do confronto entre Al Ahly (do Egito) e Monterrey (do México), pelas quartas de final.

Foto: Divulgação/FIFA

O Palmeiras chega forte à competição após desbancar os cariocas na Libertadores e cheio de disposição para apagar a má impressão deixada na edição passada, quando não conseguiu anotar nenhum gol no tempo normal e ficou somente no quarto lugar.

Depois de decepcionar na edição passada, perdendo nas semifinais para o Tigres, do México, por 1 a 0, e na decisão do terceiro lugar nos pênaltis para o Al-Haly, a ordem agora é mostrar força para fazer a final dos sonhos contra o Chelsea.

Brasileiro naturalizado italiano, Jorginho, do Chelsea, já está imaginando a final que todos esperam no dia 12 de fevereiro. “O futebol brasileiro tem muita qualidade, tem atletas de enorme qualidade, então acredito (em um possível Chelsea x Palmeiras). Será um jogo bonito de se ver, com futebol bem jogado”, disse Jorginho à ESPN Brasil.

O Palmeiras é o representante da América do Sul e o Chelsea o campeão europeu. Outras quatro equipes defendem seu continente na competição: Monterrey, do México, pela Concacaf, Al-Haly, mais uma vez, pela África, Al-Hilal pela Ásia, Alckland City pela Oceania, além do anfitrião Al Jazira.

 

Agência Estado