A seleção brasileira masculina de basquete iniciou a preparação para os jogos diante de Uruguai e Colômbia, válidos pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2023. O grupo, comandado pelo técnico Gustavo De Conti, realizará treinamentos na cidade de Franca em dois períodos todos os dias até a data dos jogos.

Após vencer os dois primeiros confrontos contra o Chile, a seleção brasileira pode encaminhar sua classificação para a próxima fase das Eliminatórias das Américas já em fevereiro. O Brasil enfrenta o Uruguai na próxima sexta-feira, às 19h30, e a Colômbia, às 20h da próxima segunda. Ambos os jogos acontecerão no Ginásio Pedrocão. As equipes voltam a jogar em junho, quando fecham a primeira fase.

O técnico Gustavo de Conti ressaltou a importância de fazer bons jogos na estreia brasileira em casa nas Eliminatórias das Américas. “É a nossa estreia em casa nas Eliminatórias, dois jogos difíceis contra Uruguai e Colômbia, em que precisamos ter o máximo de atenção. Vamos em busca das duas vitórias, sabendo da qualidade dos dois rivais”, afirmou o treinador.

A convocação do grupo teve apenas três mudanças em relação ao time inicial que atuou contra o Chile. Cristiano Felício, com uma torção no tornozelo, Marcelinho Huertas, gripado, e Timothy Soares, com covid-19, foram cortados da convocação e substituídos por Elinho, Alexey e Gabriel Jaú.

“Minhas expectativas para esses dois jogos são as melhores possíveis. A gente vem em uma sequência boa, todo mundo em um ritmo bom de jogo, todos gostam de fazer parte da seleção brasileira. A gente fica feliz que esta janela seja no Brasil e em Franca. Estou feliz em dobro por estar na seleção e na minha cidade natal. Queria aproveitar para convidar todos os torcedores para acompanhar a gente, não é sempre que jogamos aqui pela seleção”, disse o ala Leonardo Meindl.

Por estar em Franca, a seleção brasileira convidou o jovem Reynan, do time sub-18 do Franca, para treinar junto com a equipe. A ideia é dar experiência ao jovem jogador que vai representar o Brasil no sul-americano. 32 seleções garantem vaga na Copa do Mundo 2023, sete delas serão das Américas. A primeira fase desta caminhada brasileira começa no Grupo B, com Colômbia, Chile e Uruguai. Os três melhores de cada um dos quatro grupos avançam para a segunda fase, na qual serão formados os Grupos E e F, com seis países em cada.

Os resultados da primeira fase seguem valendo na etapa secundária e as seleções só enfrentarão times com os quais não duelaram ainda, também com jogos de ida e volta.

Como o chaveamento do Grupo B tem o Grupo D pela frente na próxima fase, o Brasil enfrentaria os três melhores entre Estados Unidos, Porto Rico, México e Cuba. Os três primeiros de cada chave e o melhor quarto colocado garantem classificação para a Copa do Mundo.

Trecho importante do percurso até as Olimpíadas de Paris 2024, a Copa do Mundo acontece entre os dias 25 de agosto e 10 de setembro de 2023. Serão oito grupos de quatro equipes e os dois melhores de cada grupo avançam para a fase seguinte, que formará novos grupos até que restem oito times. A partir das quartas de final, os confrontos serão no formato de mata-mata.

 

Agência Estado