Um estudo feito em conjunto por pesquisadores norte-americanos e chineses coloca o vinho como mocinho e benéfico diante da Covid-19. Segundo os cientistas, a bebida pode proteger, evitar e reduzir as chances de contrair o coronavírus. Além disso, o mesmo estudo mostra que a cerveja aumenta os riscos. As descobertas foram publicadas na revista científica National Library of Medicine.

 

(foto: Banco de Imagens)

A proteção encontrada no vinho foi associada ao alto teor de polifenóis; compostos orgânicos presentes em várias plantas e frutas, como as uvas, sob a premissa de protegê-las contra insetos, radiação ultravioleta e infecções microbianas. De acordo com o estudo, o vinho poderia inibir o efeito de vírus causadores de gripes e infecções relacionadas ao trato respiratório.

 

Da Redação