Começou nesta segunda-feira, 6, em todo estado de São Paulo a aplicação da segunda dose de reforço (ou a quarta dose) da vacina contra a Covid-19 para pessoas a partir de 50 anos e para os profissionais da Saúde. Somente na capital paulista, cerca de 1 milhão e meio de pessoas têm direito ao reforço neste momento. Para recebê-lo é preciso ter tomado a vacina anterior há pelo menos quatro meses.

Veja também:

Média móvel de casos de covid dobra em 2 semanas e volta aos níveis de março

Os imunossuprimidos precisam apresentar comprovante de condição de risco, como receitas, relatórios físicos ou digitais, fotografia em celular, e outras formas, desde que com identificação do paciente, CRM com carimbo do médico e na validade de anos de emissão. Já a terceira dose está disponível para pessoas a partir de 12 anos. Idosos com alto grau de imunossupressão, maiores de 60 anos e que tenham tomado a segunda dose de reforço há pelo menos quatro meses podem tomar a quinta dose.

Gripe – na cidade de São Paulo, a vacina da gripe também estará disponível para pessoas com mais de 50 anos a partir desta segunda-feira. E atenção, para tomar a vacina é preciso levar comprovantes de vacinação e de identidade.

 

Da Redação