O Ministério da Saúde decidiu, nesta sexta-feira, prorrogar, até 30 de novembro, a campanha de multivacinação em crianças e adolescentes menores de 15 anos. O objetivo da campanha é dar mais um tempo para que pais e responsáveis atualizem a Caderneta de Vacinação. Em um cenário de queda de cobertura vacinal principalmente por causa da pandemia, a ação começou no dia 1º de outubro.

(foto: Agência Brasil)

A campanha conta com a oferta de 18 imunizantes, entre eles BCG, Hepatite A e B, Penta, Pneumocócica 10 valente, Meningocócica C, Vacina Oral Poliomielite, Febre amarela, Tríplice viral (Sarampo, rubéola, caxumba) e outros. Até agora com mais de 3 milhões e 200 mil doses aplicadas, o estado de São Paulo foi o responsável pela maior parte delas, seguido de Bahia, Minas Gerais e Ceará. Segundo o Ministério da Saúde, todas as vacinas, que integram o Programa Nacional de Imunizações são seguras e estão registradas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa.