(foto: Twitter MMA Equador)

Um estudo de DNA revelou uma nova espécie de tartarugas gigantes que ainda não foram registradas pela ciência. A informação foi divulgada pelo Ministério do Meio Ambiente do Equador em sua conta no Twitter.

(foto: Twitter MMA Equador)

 

Cientistas compararam o material genético dessas tartarugas com ossos coletados em 1906, em uma caverna nas terras da ilha São Cristóvão, em Galápagos, local onde as tartarugas gigantes foram encontradas, e concluíram que trata-se de uma linhagem nova, com mais de sete mil tartarugas.  Com isso, as pesquisas continuam para definir o nome dessa nova espécie.

 

Da Redação