O Distrito Federal não terá festa de Réveillon. O anúncio foi feito nesta terça-feira, 30, pelo governador Ibaneis Rocha em meio a um cenário de avanço pelo mundo da Ômicron, nova variante do coronavírus. No Twitter, Ibaneis afirmou que o estado avançou muito no enfrentamento da doença e não pode agora arriscar um retrocesso neste combate. O governador pediu à população que continue tomando os cuidados recomendados em meio a um cenário ainda de muitas incertezas.

 

Caso suspeito – A Secretaria de Saúde do Distrito Federal analisa um caso suspeito da nova variante. Trata-se de um homem, na faixa etária entre 40 e 49 anos, que veio da África do Sul e desembarcou em Guarulhos, na Grande São Paulo, em 27 de novembro, e seguiu para Brasília. O viajante tomou três doses da vacina. O voo é o mesmo em que estava o outro caso confirmado de Covid-19 identificado em São Paulo. O caso do DF permanece assintomático; e o paciente segue em isolamento domiciliar. A variante Ômicron foi identificada pela primeira vez na África do Sul. A cepa já foi confirmada em pelo menos 18 países.

 

Da Redação