Consumir remédios sem a indicação de um médico é prejudicial para a saúde. Entretanto, muitos ainda correm para uma farmácia ao menor sinal de dor de cabeça em busca de uma solução para o caso. Aos poucos, surge em casa uma gaveta no banheiro ou uma caixa guardada no armário para estocar os medicamentos comprados com o tempo.

Esse hábito, porém, exige alguns cuidados para não colocar em risco a saúde da família. Um dos principais perigos de manter esta “farmacinha” em casa é a intoxicação acidental em casas com crianças.

As embalagens coloridas às vezes chamam a atenção dos menores, que acabam tomando os remédios por curiosidade. Por isso, é muito importante deixar as embalagens em local alto, dificultando o acesso.


(Foto: Banco de imagens)

Alerta

Ainda com relação ao consumo de medicamentos sem a prescrição médica, é importante lembrar que muitas doenças possuem sintomas semelhantes. Além disso, o remédio indicado para o vizinho ou para um familiar pode não ser o mesmo indicado para outra pessoa. Afinal, os organismos reagem de formas diferentes.

Os cuidados com o consumo de remédios valem também para os produtos fitoterápicos, produzidos à base de plantas medicinais. Por isso, é recomendado sempre consultar um médico para a correta avaliação e, consequentemente, indicação dos medicamentos necessários para cada caso.

Ao invés de se preocupar em estocar medicamentos em casa, desenvolva hábitos saudáveis, com uma alimentação equilibrada e a prática regular de atividade física.

Agência Estado