A vacina da Pfizer começa a ser aplicada nesta terça-feira na capital paulista para quem recebeu a chamada dose única da Janssen. A dose de reforço a estas pessoas será com imunizante de outro laboratório porque, segundo a Prefeitura, o Ministério da Saúde ainda não entregou mais vacinas da Janssen. Outro motivo é a ameaça da nova variante do coronavírus, a Ômicron. Poderá receber a dose de reforço qualquer pessoa maior de 18 anos que já tenha tomado a vacina da Janssen há pelo menos dois meses.

 (foto: Divulgação)

O Ministério da Saúde chegou a afirmar que as pessoas que tomaram a vacina da Janssen iriam receber uma segunda e depois a de reforço, totalizando três aplicações. Porém, a pasta, posteriormente, disse que seria apenas uma dose adicional de 2 a 6 meses após a primeira aplicação. Outras cidades já iniciaram a aplicação da segunda dose da Janssen, mas o estado de São Paulo e a capital paulista afirmam que aguardavam o envio de mais doses pelo governo federal para iniciar o esquema vacinal proposto pelo Ministério da Saúde.

 

Da Redação