A Anvisa divulgou em seu portal uma lista com mais de 150 emagrecedores proibidos. O objetivo é ampliar o acesso à informação, tanto para estabelecimentos que comercializam esse tipo de produto, como para médicos e pacientes.

Os medicamentos que integram a relação não tiveram segurança, eficácia e qualidade avaliados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

A lista, que será atualizada mensalmente, contempla todos os produtos identificados como irregulares no mês de março e pode ser consultada no site anvisa.gov.br