A intensa onda de frio que começa a causar queda brusca de temperatura em várias regiões do país exige alguns cuidados essenciais.

Para aquecer o corpo, usar roupas pesadas que protejam os pés e as mãos; consumir bebidas quentes como sopas e chás. Exercícios fazem com que o corpo fique aquecido, fazendo o sangue circular.

Para a musculatura, o ideal é fazer alongamentos, o que evita um corpo mais rígido e propenso a dores e lesões. Bolsas de água quente proporcionam alívio imediato em caso de sequelas de fraturas, dores musculares e sintomas da artrose, fibromialgia e artrite. Deve-se ter cuidado com roupas e calçados apertados, pois eles criam uma pressão desnecessária e causam inchaços e agravam as dores.

É importante também manter uma dieta equilibrada, evitando alimentos ricos em gordura, açúcar e priorizando os alimentos frescos.

Já em relação aos olhos, nesta época do ano, há um risco aumentado de doenças como conjuntivite, alergias e olho seco. Olhos vermelhos, inchados, sensação de areia, lacrimejamento excessivo, secreção são sinais de alerta. O bom é consumir alimentos ricos em ômega 3, pois ajudam a manter a lubrificação e protegem contra doenças oftalmológicas.

Em relação às crianças, os pais devem evitar levá-las em aglomerações ou onde haja pessoas com sintomas respiratórios. A higienização das mãos, tanto das crianças quanto dos adultos, é fundamental para evitar a transmissão de doenças. Procure também higienizar as narinas dos pequenos com soro fisiológico para desentupir o nariz.

 

jornal O Estado de S.Paulo