Após receber várias denúncias, a Promotoria Eleitoral pediu à Polícia Federal que investigue irregularidades na transferência de domicílio, do Rio para São Paulo, do ex-ministro da Infraestrutura Tarcísio Freitas.

Apoiado por Jair Bolsonaro para o Palácio dos Bandeirantes, Tarcísio, pela lei, só pode ser candidato a governador se comprovar que mora no território paulista.

Uma reportagem da Folha de S.Paulo afirma que o pré-candidato não está morando no endereço, declarado à Justiça, em São José dos Campos, no interior do estado.

Em nota, a assessoria de Tarcísio diz que o local está em reforma e que, por isso, ele vem residindo provisoriamente na capital paulista.

 

Da Redação