A ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva, da Rede Sustentabilidade, divulgou nesta quarta-feira, 29, que irá concorrer a uma vaga na Câmara dos Deputados pelo Estado de São Paulo nas eleições de outubro. Ela afirmou que a decisão foi tomada após “longo período de discussão” sobre como a sociedade paulista pode contribuir com a “instituição de novo ciclo de desenvolvimento” no País.

O anúncio frustra os planos do pré-candidato petista ao governo de São Paulo, Fernando Haddad (PT). Marina era cotada para ser vice na chapa do ex-prefeito, que se aproximou da ex-ministra e chegou a participar de eventos ao lado dela. No início do mês, a Rede oficializou o apoio a Haddad.

Da Redação com Estadão