O Congresso derrubou ontem o veto do presidente Jair Bolsonaro à Lei Aldir Blanc 2, que garante ao setor cultural cerca de 3 bilhões anuais pelos próximos cinco anos.

Em seguida, deputados e senadores também derrubaram o veto à Lei Paulo Gustavo, que prevê quase 4 bilhões de ajuda emergencial para o setor.

Com a derrubada dos vetos, os textos serão agora promulgados pelo presidente do Congresso, Rodrigo Pacheco, tornando-se leis.

Na decisão sobre os vetos, Bolsonaro havia afirmado que as propostas vão contra o interesse público ao retirar a autonomia do Executivo federal em relação à aplicação de recursos.

 

Da Redação