Tropas russas vindas de Belarus entraram em uma área perto da antiga usina nuclear de Chernobyl, nesta quinta-feira, 24, e tomaram o local. A informação foi divulgada por um assessor do ministro do Interior da Ucrânia, enquanto os combates continuam em todo o país. Segundo o governo, não é possível garantir a segurança na usina.

O presidente ucraniano Vladimir Zelenski usou suas redes sociais para informar que as forças ucranianas estão lutando para impedir a tentativa de captura da antiga usina nuclear pelos militares russos.

Ucrânia x Rússia: veja notícias da invasão com repórter em Kiev (aberto para assinantes)

“As forças de ocupação russas estão tentando tomar Chernobyl. Nossos defensores estão sacrificando suas vidas para que a tragédia de 1986 não se repita. Esta é uma declaração de guerra contra toda a Europa”, disse.

O prefeito da capital Kiev disse que quatro estações de metrô serão usadas como abrigos antiaéreos, enquanto a liderança ucraniana local na região de Donetsk disse que as forças russas atingiram um hospital local, matando quatro pessoas.

Agência Estado