Guerra se intensifica Foto: Ministério da Defesa da Ucrânia

Forças russas entraram hoje em Kharkiv, a segunda maior cidade da Ucrânia, , e iniciaram uma batalha nas suas ruas após uma noite de intensos combates. Na capital Kiev, a pressão continua com bombardeios, mas não há sinais de que a cidade esteja totalmente sob controle russo.

O quarto dia da campanha de Vladimir Putin contra a Ucrânia também registra uma movimentação diplomática, após o Ocidente ter elevado o grau de punição a Moscou ao anunciar o início da desconexão de alguns bancos russos do sistema internacional de transferências financeiras.

O Kremlin anunciou que uma delegação havia sido enviada para Belarus, mas a Ucrânia rejeitou e afirmou que aceitaria se reunir em um país neutro.

Horas depois, o presidente da Ucrânia, Volodimir Zelenski, aceitou negociar um acordo para interromper a guerra lançada pela Rússia contra seu país na quinta-feira (24). Na prática, ele pode estar assinando sua rendição após um aumento da pressão militar de Vladimir Putin neste domingo.

A movimentação veio logo após o Ocidente ter elevado o grau de punição a Moscou, ao anunciar o início da desconexão de alguns bancos russos do sistema internacional de transferências financeiras.