Bombardeio na Ucrânia Foto: Agência Brasil

Forças russas bombardearam uma escola de arte na cidade ucraniana de Mariupol. De acordo com o conselho municipal da cidade, 400 pessoas estariam abrigadas na escola. Ainda não há informações sobre o número de vítimas, mas o prédio foi destruído e pessoas estariam sob os escombros. 

O conselho do município de Mariupol divulgou uma mensagem pelo canal oficial do Telegram afirmando que mulheres, crianças e idosos estavam abrigados na escola de arte. A mensagem ainda acusa os russos de crimes de guerra. Em uma transmissão na noite de ontem, o presidente da Ucrânia afirmou que o cerco em Mariupol entraria para história pelos crimes de guerra cometidos. 

No sábado passado, a Rússia disse ter usado pela primeira vez mísseis hipersônicos Kinzhal. De acordo com a agência estatal Ria Novosti, o ataque teve o propósito de destruir um local de armazenamento de armas no oeste da Ucrânia.