Quase 200 mil ucranianos entraram na Polônia desde o início da invasão russa, anunciaram autoridades poloneses neste domingo.

O Ministério do Interior polaco anunciou a iminente criação de novos centros de acolhimento de refugiados, nomeadamente nas principais estações do país.

A Polônia, que já hospedava cerca de 1 milhão e 500 mil ucranianos antes da invasão russa e expressando apoio inabalável à Ucrânia, até agora viu muitos dos fugitivos entrarem. Milhares de pessoas também fugiram da Ucrânia para países vizinhos como Hungria, Moldávia, Eslováquia e Romênia.

O Alto Comissariado das Nações Unidas informou, neste domingo, que 368 mil refugiados fugiram dos combates na Ucrânia para países vizinhos.