O número de refugiados ucranianos passa de 2 milhões e 300 mil desde a invasão russa, em 24 de fevereiro. O principal destino é a Polônia, que abriga quase 1 milhão e meio das pessoas que deixaram a Ucrânia. Segundo o Alto Comissariado das Nações Unidas, são necessários cerca de 500 milhões de reais para o trabalho de emergência na Ucrânia e nos países vizinhos.

 

(foto: Acnur/ONU)

FAB – O avião da Força Aérea Brasileira enviado à Polônia para resgatar brasileiros que estavam na Ucrânia chegou ao Recife ontem. Também pousou na capital pernambucana o Legacy. A aeronave faz parte da Operação Repatriação e trouxe 11 passageiros, incluindo uma mulher grávida e duas famílias com crianças de colo. Vieram para o Brasil no avião da FAB 42 brasileiros, 20 ucranianos, 5 argentinos e 1 colombiano, além de 14 crianças. Oito cães e dois gatos também estavam no voo.

EUA – A Casa Branca afirmou ontem que os Estados Unidos vão manter a posição da Otan de não enviar militares para a guerra entre a Ucrânia e a Rússia. Segundo o governo de Joe Biden, a preocupação dos países do Ocidente é evitar a ampliação do conflito que acontece no leste europeu.

Apesar disso, a Casa Branca afirmou que o não envio de militares norte-americanos para a guerra não significa que os Estados Unidos não vão interferir no conflito de outra forma. O presidente Joe Biden disse que nenhuma ação de Putin na Ucrânia ficará sem resposta.

 

Da Redação