Tatiana Perebeinis trabalhava em uma empresa de tecnologia Foto: Reprodução Linkedin

O ucraniano Sergii Perebeinis, que perdeu a mulher e os dois filhos durante um bombardeio russo na cidade de Irpin, fez nas redes sociais uma homenagem à família.

Ele não estava no local no momento em que a mulher Tatiana Perebeinis e os filhos Alise, de 9 anos, e Nikita, um rapaz 18 de anos, foram mortos em uma explosão quando tentavam fugir da guerra.

Alise tinha 9 anos Foto: Reprodução facebook

Na publicação, o ucraniano questiona o motivo da guerra que o fez perder a família, pergunta quems será o próximo e pede perdão à mulher e os filhos por não estar junto com eles durante a fuga.

O marido fez ainda um post contando que o cachorro da família, que havia sobrevivido inicialmente à explosão levado a um veterinário por um jornalista, também não resistiu.

Nikita tinha 18 anos e era o filho mais velho Foto: Reprodução Facebook

O repórter que registrou o ataque contou que Sergii e a família moravam até 2014 na região de Donetsk e fugiram da guerra entre separatistas russos e forças ucranianas, para viver em Irpin, na região de Kiev.

A mulher, Tatiana, era contadora em uma empresa de tecnologia, que também fez uma publicação nas redes sociais classificante o exército russo de criminoso.

Jornalista tentou salvar cachorrinho da família Foto: Reprodução

Corredores humanitários

O governo ucraniano informou que as forças russas concordaram em parar de atacar as áreas de corredores humanitários até ás 4 da tarde de hoje pelo horário de Brasília.

As rotas de fuga são nas cidades de Kiev, Chernihiv, Sumy, Kharkiv e Mariupol, esta última alvo de ataques ontem.Na madrugada desta quarta, sirenes alertaram para bombardeios aéreos na capital e em outras cidades ucranianas.