A Força Aérea Brasileira confirmou, neste domingo, 6, que o governo vai enviar nesta segunda-feira um avião para resgatar brasileiros que estavam na Ucrânia e estão na Polônia aguardando o retorno. Os resgatados devem chegar ao solo brasileiro na próxima quinta-feira. A ação foi batizada de Operação Repatriação.

 

(foto: FAB Divulgação)

A aeronave vai decolar às 15 horas com mais de 11 toneladas e meia de material de ajuda humanitária, entre medicamentos, alimentos e itens para atender necessidades básicas.

Uma cerimônia foi marcada para as 14h30 na Base Aérea de Brasília, antes da decolagem, com a presença de ministros do governo.

 

 

A presença do presidente Jair Bolsonaro não foi confirmada. O embarque dos brasileiros será feito em Varsóvia, capital da Polônia, uma das principais rotas de fuga da Ucrânia.

 

Anvisa / Refugiados – A Agência Nacional de Vigilância Sanitária recomendou ao governo federal a flexibilização das regras de prevenção contra Covid-19 para receber todas as pessoas que vierem ao Brasil fugindo da guerra na Ucrânia.

A recomendação é que a entrada de brasileiros seja feita por voos de repatriação ou por meios diferentes, como voos civis. Para casos de repatriação, a agência sugeriu a dispensa do comprovante de vacinação e da testagem pré-embarque. A Anvisa informou que os testes de Covid não são obrigatórios, mas devem ser feitos sempre que possível, e que a vacinação deve ser oferecida aos não imunizados.

 

Da Redação