Milhares de pessoas em todo o mundo resolveram se juntar a uma campanha na qual proprietários de casas na Ucrânia estão sendo inundados com reservas de quem não têm planos de visitar essas cidades. A iniciativa, da qual a empresa Airbnb faz parte, está canalizando dinheiro para ucranianos sitiados que precisam de assistência financeira enquanto as forças russas bombardeiam seu país e cortam serviços.

Els é uma anfitriã em Roma que hospedou um refugiado através do Airbnb.org.

Somente entre 2 e 3 de março, hóspedes de todo o mundo reservaram mais de 61 mil noites na Ucrânia, a maioria das reservas foram feitas por norte-americanos. A ideia é que as pessoas reservem quartos o mais próximo possível da data de check-in para garantir que os anfitriões recebam as taxas rapidamente.

Linda, uma anfitriã em Dallas (EUA), recebeu refugiados através do Airbnb.org.

Além disso, em seu site, a Airbnb afirma: “O Airbnb.org está financiando acomodações para estadias de curta duração para até 100 mil pessoas fugindo da Ucrânia. Ajudamos os hóspedes refugiados independentemente de nacionalidade, raça, etnia ou como eles se identificam. Você pode ajudar oferecendo acomodações temporárias gratuitamente ou com desconto através do Airbnb.org ou fazendo doações para financiar acomodações”.

Da Redação