Um torcedor com tatuagens neonazistas foi expulso do estádio Bento de Freitas, no Rio Grande do Sul, durante uma partida do campeonato estadual entre Pelotas e Novo Hamburgo. O jogo foi realizado no domingo, 13, mas imagens começaram a circular nas redes sociais somente nesta segunda, 14.

 

É possível ver que o torcedor tem duas tatuagens: uma Cruz de Ferro (símbolo usado por oficiais nazistas) e as palavras Mein Kampf, título em alemão do livro “Minha Luta”, de Adolf Hitler. Em nota, o Brasil de Pelotas repudiou o ocorrido e disse que esse tipo de atitude sempre será repelido.

O clube disse não saber a identidade do homem. Após ser confrontado pelos pessoas no entorno, o homem precisou ser escoltado para fora pelos seguranças do estádio.

No Brasil, a Lei 7.716, de 1989, prevê prisão de 1 a 3 anos e multa para quem “fabricar, comercializar, distribuir ou veicular símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a cruz suástica ou gamada para fins de divulgação do nazismo”.

 

Da Redação