Depois de muito suspense, negociações frustradas ao longo de três semanas, e cobranças, a diretoria do Corinthians oficializou, nesta quarta-feira, a contratação do português Vitor Pereira, que estava desempregado após deixar o Fenerbahçe. O treinador assina até o fim da temporada.

O comandante chega ao Corinthians com mais cinco integrantes da comissão técnica, sendo dois auxiliares e um preparador físico. Ele substitui Sylvinho com a missão de tornar o time um protagonista e para acabar com o jejum de títulos de dois anos.

“Fala Fiel, no futebol as decisões não são simples. Como a gente está vendo por aí, não adiante ter pressa. O importante é definir o alvo, negociar, ter calma. Essa decisão demorou mais que a gente esperava, mas o resultado é exatamente o que a gente queria. Agora a gente da se boas-vindas a um cara que foi campeão onde passou e chega no Brasil pronto para trabalhar num clube único. E vai viver com a Fiel a loucura de ser Corinthians.Bem-vindo, Vitor Pereira, o novo técnico do Timão. Vai, Corinthians”, anunciou o presidente Duílio Monteiro Alves em pronunciamento nas redes sociais.

Vitor Pereira vai desembarcar no País até o fim de semana. Deve acompanhar o jogo contra o Red Bull Bragantino, domingo, das tribunas da Neo Química Arena, na despedida do invicto técnico-interino Fernando Lázaro, e sua estreia oficial tende a ser no clássico contra o São Paulo, dia 5 de março, no Morumbi.

O Corinthians será o 10° clube oficial da carreira do comandante de 53 anos. No currículo, são oito títulos, sendo quatro com o Porto, dois no Olympiacos, da Grécia, e outros dois no Shangai SIPG, da China.

O Corinthians passou as últimas horas interagindo com os torcedores antes de anunciar a chegada de Vitor Pereira. Colocou foto do presidente Duílio Monteiro Alves em Portugal. Depois ele “gravando” um depoimento. Teve música dos Mamonas Assassinas cantada em português e até chaminé com fumaça branca.

Agência Estado