A arquiteta Luísa Rosa tornou-se a primeira mulher na história a comandar uma diretoria na CBF. Ela tem 33 anos e foi escolhida para ser diretora de Patrimônio da entidade. Ela foi apresentada nesta terça-feira, 26, aos funcionários pelo presidente Ednaldo Rodrigues e recebeu uma camisa da seleção brasileira com seu nome e o número 10. Luísa está na CBF desde 2020 e era gerente de infraestrutura da entidade.

 

(foto: Divulgação/CBF)

Ela comandou o projeto de implantação de 15 centros de desenvolvimento do futebol em cidades pré-selecionadas pela CBF, como projeto do Fundo de Legado da Copa do Mundo de 2014. Uma de suas principais tarefas neste início como executiva será planejar a ampliação da Granja Comary, o centro de treinamento da seleção brasileira em Teresópolis, na Região Serrana do Rio.

 

 

jornal O Estado de S.Paulo