O presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, vai pedir “uma punição esportiva” para os clubes em casos de racismo. Nesta sexta-feira, a entidade enviou um documento à Conmebol solicitando uma “pena mais dura” e propondo a retirada de “pelo menos um ponto” dos times que tiverem torcedores envolvidos em atos de racismo na Libertadores e na Sul-Americana.

 

(foto: Reprodução TV)

No ofício, Rodrigues pediu uma reunião extraordinária para discutir a proposta. Vários casos de atos racistas foram registrados nas últimas semanas no continente sul-americano, como atirar bananas no campo e imitar macacos, por exemplo. Dois torcedores argentinos foram punidos pela justiça e ficarão por um bom tempo sem entrar nos estádios do país.

 

Da Redação