O Atlético-MG comemora o sucesso do “Manto da Massa” pelo terceiro ano consecutivo. A iniciativa em que os torcedores podem criar o layout de um uniforme do clube rendeu R$ 12 milhões aos cofres do time mineiro. Foram 130 mil camisas vendidas para serem entregues ainda em 2022 e outro lote de 10 mil unidades para 2023, totalizando 140 mil unidades.

 

(foto: Divulgação)

No ano passado, foram 120 mil camisas vendidas, com um lucro de R$ 8 milhões. Já em 2020, primeiro ano do concurso, foram comercializadas 110 mil unidades e uma arrecadação de R$ 9 milhões.

Ou seja, em três edições, o Atlético-MG lucrou R$ 29 milhões com seu uniforme.

 

O rendimento do time em campo ajudou. O Atlético foi campeão do Brasileirão e da Copa do Brasil na temporada passada, por exemplo.

Will Rios foi o vencedor do concurso desta temporada, recebendo 25% (18 mil) do total de votos. Os primeiros dias de vendas foram exclusivos para os sócios-torcedores do time.

Líder no quesito no Brasil, com mais de 127 mil inscritos no programa, o Atlético-MG também ofereceu desconto aos associados, que puderam comprar a camisa por R$ 199,90.

(foto: Divulgação)

Para o público geral, o uniforme custou R$ 319,90. O clube mineiro também abriu comercialização para os torcedores que residem no exterior. Por um pacote especial, os atleticanos puderam comprar já com valor de US$ 90 (R$ 442), com frete incluído.

 

jornal O Estado de S.Paulo