Unidade da Toyota em São Bernardo do Campo vai para cidades do  interior de São Paulo Foto: Divulgação Toyota

A Toyota anunciou que vai fechar sua fábrica de São Bernardo do Campo, na Região do ABC, e transferir as operações para as unidades de Sorocaba, Indaiatuba e Porto Feliz, no interior de São Paulo.

A fábrica, inaugurada em 1962, foi a primeira da montadora instalada fora do Japão, para produzir o jipe Bandeirante, que durante 40 anos marcou época no Brasil. 

Dirigentes do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC dizem que foram pegos de surpresa com uma carta enviada pela Toyota no início da tarde de ontem.

Uma assembleia com os 550 trabalhadores será realizada agora pela manhã. O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, disse que também foi informado ontem sobre o fechamento da fábrica.

A cidade já perdeu a linha de montagem da Ford e no local está sendo construído um centro de logística.

A Toyota informa que a mudança será feita de forma gradual a partir de dezembro, com conclusão prevista para novembro de 2023.

A medida, segundo a empresa, é necessária para aumentar a sinergia e obter mais competitividade diante dos novos desafios da indústria automobilística.

Os funcionários que quiserem poderão ser transferidos para as outras unidades do grupo. Ao final do processo, a área será vendida.