Dados da Serasa apontam que mais de 65 milhões de brasileiros estavam inadimplentes em fevereiro. Essa marca não era atingida desde maio de 2020, no início da pandemia de Covid-19. São mais de 263 bilhões em dívidas em atraso. Os homens representam 50,2% dos devedores, contra 49,8% das mulheres. A maior parte dos inadimplentes têm entre 26 e 40 anos.

Veja também:

Cartões de crédito são a causa de 85% dos lares inadimplentes na capital paulista

 

De acordo com a Serasa, as recentes altas na taxa de juros, que encarece o crédito, e o desemprego ainda elevado, são as principais causas para o aumento da inadimplência. Quase 30% dos inadimplentes estão com problemas para pagar o cartão de crédito. Em segundo lugar, estão as dívidas com contas domésticas (água, luz e gás).

 

Da Redação