A partir deste domingo, 01, o gás natural vendido às distribuidoras pela Petrobras vai ficar 19% mais caro. O novo reajuste trimestral tem validade até 31 de julho. O cálculo leva em conta as variações do petróleo no mercado internacional e a taxa de câmbio.

Para os botijões à base de GLP, o reajuste não gera impactos. A medida deverá afetar principalmente moradores que consomem gás natural canalizado e motoristas com carros que utilizam o Gás Natural Veicular (GNV). No entanto, o reajuste no preço final repassado ao consumidor ainda é incerto.

 

Da Redação