O Brasil pode sofrer diretamente um impacto de uma eventual guerra entre a Rússia e a Ucrânia. Um dos maiores riscos para o país com o conflito que tem dimensões geopolíticas que remetem à Guerra Fria é uma disparada do preço dos combustíveis e a queda na exportação de carne.

Uma invasão russa pode fazer o barril do petróleo chegar a 100 dólares, o que aumentaria o preço da gasolina para dez reais o litro na bomba. Isso aconteceria por causa do reflexo direto nos preços internacionais e também porque a Rússia diminuiria sua produção. A mesma preocupação é observada em relação ao preço das carnes.

O Brasil é o maior exportador mundial de carne bovina, e tem a Rússia como uma grande importadora. Em novembro, a gigante do Leste Europeu planejava estabelecer uma cota de importação isenta de impostos de até 200 mil toneladas de carne bovina para 2022. Se a guerra ocorrer, o planos dos russos devem mudar.