(foto: Agência Brasil)

Está compensando abastecer o carro mais com a gasolina. O derivado de petróleo foi mais competitivo que o etanol em todos os estados e no Distrito Federal na semana de 28 de novembro a 4 de dezembro.

O levantamento é da Agência Nacional do Petróleo, a ANP. Os critérios consideram que o etanol, por ter menor potencial energético, deve ter um preço de até 70% da gasolina para ser considerado vantajoso. Nos postos pesquisados no país, o preço médio do litro do etanol equivale a 78,7% do valor cobrado pela gasolina. O estado mais próximo da paridade de 70% é Goiás, com 74%. São Paulo, principal produtor e consumidor do biocombustível, tem paridade em 80,2%.