Trabalhador deve ficar atento para ação de golpistas digitais no saque do FGTS Foto: Reprodução

A Caixa Econômica Federal alerta sobre risco de golpes que envolvem o pagamento do saque extraordinário do FGTS, de até R$ 1.000, a partir desta quarta-feira (20). O crédito será feito de forma escalonada, conforme calendário, que segue o mês de nascimento do trabalhador.

O valor será depositado em conta poupança digital e pode ser movimentado por meio do aplicativo Caixa Tem. A previsão é que beneficie 42 milhões de trabalhadores, com um total de R$ 30 bilhões.

Os recursos vão estar disponíveis no aplicativo Caixa Tem. Na plataforma, além de transferir o dinheiro para uma conta-corrente, pagar contas e fazer compras em estabelecimentos presenciais.

O dinheiro ficará disponível até 15 de dezembro. Se o resgate não for realizado, os recursos voltarão para a conta vinculada do FGT

Em 2020, no saque emergencial do FGTS, muitos brasileiros foram vítimas de fraudes, quando descobriram que, ao acessar o aplicativo, seu CPF já havia sido cadastrado.

A Caixa informa que não envia mensagens com solicitação de senha, dados ou informações pessoais. Também não envia links nem pede confirmação de dispositivo ou acesso à conta por email, SMS ou WhatsApp. Outras orientações de segurança estão disponíveis no portal www.caixa.gov.br/seguranca.