Nova CPMF compensaria desoneração da folha de pagamento Arte: Portal Contáveis

Um grupo de 300 empresários apresentou em Brasília três Propostas de Emenda à Constituição relacionadas ao ambiente de negócios no país. As sugestões, divulgadas em primeira mão pelo jornal O Estado de São Paulo, incluem a desoneração permanente da folha de pagamento.

A ideia seria substituir a cobrança dos sobre os salários por meio da criação de um tributo similar à CPMF. As propostas foram apresentadas ontem em um seminário promovido pelo Instituto Unidos Brasil. O evento contou com a presença de representantes do Congresso, principalmente da Frente Parlamentar do Empreendedorismo, e de empresários do setor varejista, entre outros.

A CPMF foi um imposto que existiu até 2007 para cobrir gastos do governo federal com projetos de saúde – a alíquota máxima foi de 0,38% sobre cada operação. Em 2015, o governo, então sob comando da presidente Dilma Rousseff, chegou a propor a volta do tributo, mas isso acabou não acontecendo pela resistência que o tema tem no Congresso.