O prefeito de Borba, no Amazonas, Simão Peixoto, anunciou o encerramento da operação Uiara que combate o garimpo ilegal no Rio Madeira, que liga Porto Velho a Manaus. A operação é coordenada pelo Ministério da Justiça e executada pela Polícia Federal e o Ibama, com o apoio da Força Nacional e das Forças Armadas.

A assessoria da pasta ainda não confirmou a informação, mas a notícia foi recebida com festa pelos garimpeiros, que se refugiaram em Borba fugindo dos agentes federais .

Desde o último sábado, a operação incendiou mais de 130 balsas de garimpo na região. Já havia uma expectativa dentro da Polícia Federal que a ação se encerraria na tarde desta segunda-feira.

Os agentes destruíram embarcações nas cidades de Autazes, Nova Olinda e Borba, mas avaliavam que seria arriscado demais avançar sobre municípios onde o garimpo é tradição, como Manicoré, Novo Aripuanã e Humaitá.