O cenário na cidade de Petrópolis, na Região Serrana do Rio, ainda é de muita tristeza. O município já contabiliza 181 mortes. Outras 104 pessoas seguem desaparecidas. Para ajudar a identificar e localizar as vítimas, a Polícia Civil iniciou um mutirão de coleta de DNA.

Veja também:

Google doa US$ 250 mil para ajudar famílias em Petrópolis

 

A cada dia serão chamadas, à Delegacia de Descoberta de Paradeiros, vinte famílias que já registraram ocorrência de desaparecimento.

Mais de 1.000 pessoas estão desabrigadas ou desalojadas. Destas, 847 seguem em abrigos da Prefeitura.

 

 

 

Da Redação