A polícia investiga as causas do incêndio que atingiu, na última segunda-feira, 21, o Resort Mavsa, na cidade de Cesário Lange, interior de São Paulo. Segundo os Bombeiros, 12 pessoas foram socorridas, sendo cinco com ferimentos leves e sete com ferimentos graves, dentre eles, inalação de fumaça e queimaduras.

O número de vítimas, entretanto, pode ser maior já que outras pessoas foram atendidas por testemunhas antes da chegada das viaturas. O combate às chamas durou cerca de quatro horas.

(foto: Redes sociais)

A Polícia Civil afirma que um show acontecia no espaço de eventos do local, o Dragon Bar, quando as chamas começaram e rapidamente se alastrar. A suspeita é de que artefatos pirotécnicos possam ter causado o incêndio. Outra hipótese seria de uma falha nos equipamentos elétricos dos músicos.

(foto: Redes sociais)

Em nota, a assessoria de imprensa do Resort informou que mantém o alvará de funcionamento em dia, e que a brigada de incêndio esvaziou o local enquanto aguardava a chegada dos bombeiros. As vítimas foram encaminhadas para quatro hospitais distintos, nas cidades de Cesário Lange, Tatuí e Sorocaba. Pelo menos nove pessoas continuam internadas.

 

Da Redação