Carlos Ubiraci Francisco da Silva, filho adotivo de Flordelis, acusado de homicídio triplamente qualificado pela morte do pastor Anderson do Carmo, foi absolvido pelo Tribunal de Justiça de Niterói, após 21 horas de julgamento, nesta quarta-feira, 13.

Ele foi condenado apenas por associação criminosa e vai cumprir 2 anos, 2 meses e 20 dias em regime semiaberto. Além dele, Adriano dos Santos Rodrigues (filho biológico de Flordelis); Marcos Siqueira Costa (ex-policial militar) e Andrea Santos Maia (mulher de Marcos Siqueira) também foram condenados por associação criminosa armada e por forjar uma carta com o intuito de inocentar Flordelis.

Andrea foi condenada a 4 anos, 3 meses e 10 dias de reclusão em regime semiaberto. Já Adriano pegou 4 anos, 6 meses e 20 dias, também no semiaberto; e Marcos foi condenado a 5 anos e 20 dias em regime fechado.

Ângelo Máximo, advogado de defesa da família de Anderson, afirmou que vai recorrer da decisão para reverter a absolvição, anular a sentença em relação a Carlos e levá-lo a um novo julgamento perante ao tribunal do júri de Niterói. Outros cinco réus envolvidos no caso serão julgados no dia 9 de maio, entre eles a ex-deputada federal.

 

Sérgio Leão, Redação NBFM