Pelo menos 56 (mais da metade) das 102 cidades alagoanas já decretaram estado de emergência por causa das fortes chuvas dos últimos dias e das que caíram em maio e junho. Em todo o estado, ainda são cerca de 60 mil pessoas desabrigadas (acolhidas de modo improvisado em locais públicos) ou desalojadas (hospedadas em imóveis particulares). Nesta segunda-feira, 04, o governador Paulo Dantas informou que se reuniu com os prefeitos para falar tratar de ações prioritárias.

O governo federal, que já havia reconhecido a condição de emergência em 23 municípios anteriormente afetados, reconheceu os decretos de mais 15 localidades. Com isso, essas cidades poderão pedir recursos federais para ações de socorro e assistência humanitária. O Ministério da Cidadania vai antecipar o pagamento do benefício de prestação continuada a 112 mil famílias alagoanas.

 

Da Redação