Preferência musical revela personalidade, diz estudo Foto: Reprodução

Um estudo comandado pelo pesquisador da Universidade de Cambridge, David Greenberg, revela que o gosto musical de uma pessoa pode apontar alguns de seus traços de personalidade.

A pesquisa, Journal of Personality and Social Psychology, foi feita com 350 mil pessoas de mais de 50 países espalhados pelos seis continentes.

Os voluntários descreveram seu gosto por 23 gêneros musicais diferentes enquanto também completavam um questionário de personalidade.

Os pesquisadores dividiram os tipos musicais em cinco grupos: “suave” está associado ao soft rock; R&B e música adulta contemporânea, incluindo letras românticas e batidas lentas; ” intenso” é música mais alta e mais agressiva, como punk, rock clássico, heavy metal e power pop (como The Beatles); “contemporâneo” é a classificação de músicas eletrônica, rap, latina e euro-pop; “sofisticado” inclui música clássica, ópera, jazz; e “despretensioso” abrange gêneros de música relaxante ou country.

Segundo os resultados, as pessoas extrovertidas gostam mais de música contemporânea. Já pessoas organizadas e amáveis curtem mais os ritmos despretensiosos.

As pessoas com um perfil mais aberto (sociável) mostraram conexões com músicas do tipo suave, sofisticada, intensa e contemporânea.

O professor David Greenberg disse ter ficado surpreso com o quanto esses padrões entre música e personalidade se replicaram em todo o mundo.

“As pessoas podem estar divididas por geografia, idioma e cultura, mas se um introvertido em uma parte do mundo gosta da mesma música que os introvertidos em outro lugar, isso sugere que a música pode ser uma ponte muito poderosa. A música ajuda as pessoas a se entenderem e encontrarem terreno comum”, afirmou o pesquisador associado honorário da Universidade de Cambridge e pós-doutorando na Universidade Bar-Ilan.

De acordo com a pesquisa, pessoas ansiosas ou pessimistas demonstraram gostar mais de músicas classificadas como intensas.

Na avaliação de Greenberg, a preferência por esse tipo musical pode refletir a angústia e a frustração interior das pessoas com este traço de personalidade.