E atenção, prepare o bolso!!! A partir de 1º de julho, entra em vigor um aumento nas bandeiras tarifárias de energia de acordo com o consumo. O reajuste foi autorizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica.

A Aneel informou que a tendência é que a conta de luz dos consumidores fique com a bandeira verde (que não tem cobrança extra) até o fim do ano, devido à recuperação dos reservatórios das hidrelétricas. Porém, a cobrança pode voltar a partir de 2023, dependendo do custo da produção de energia.

A maior alta, de 63%, será na bandeira vermelha patamar 1. A bandeira amarela vai subir 59%, e a vermelha patamar 2 terá aumento de 3,2%.

 

Da Redação