Estudantes aguardam para entrar em escola e fazer o Enem/ Foto Rovena Rosa/Agência Brasil

Professores de cursinhos apontaram que pelo menos uma questão da prova do Enem realizada ontem não tinha alternativa correta. Os candidatos resolveram, no total, 90 questões de Ciências da Natureza e Matemática.

A questão apontada como sem resposta é de Matemática, que abordava os times campeões da Copa do Brasil. Segundo Mário Fernandes, professor de Matemática do Curso Pré-Vestibular da Oficina do Estudante de Campinas, a resposta encontrada pelos professores não confere com nenhuma das alternativas apresentadas.

O mesmo problema foi apontado pelo professor de Matemática do Curso e Colégio Objetivo Marcelo da Silva Melo. Para Ademar Celedônio, diretor de Ensino e Inovações Educacionais do SAS Plataforma de Educação, aparentemente houve um erro de digitação nessa questão da prova. O gabarito oficial do Enem só será divulgado na quarta-feira.

De acordo com professores ouvidos pelo Estadão, o Enem deste ano evidenciou o envelhecimento do banco de questões, de onde são tirados os itens da prova. Não houve temas atuais, como a pandemia de covid-19, e parte das questões teve enunciado mais direto e menos interpretativo. Em Goiânia, um estudante de 17 anos que faz o Enem em um prédio da PUC precisou abandonar a prova e ser levado para o hospital depois de levar uma picada de escorpião.

O Inep informou ontem que os inscritos no Enem 2021 que tiveram sua participação no exame afetada pela operação policial realizada no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, no último dia 21, terão seus direitos garantidos e poderão fazer uma nova prova.

Cada estudante vai precisar fazer a solicitação individualmente. O pedido de reaplicação deverá ser feito na página do participante, entre hoje e sexta-feira. As provas serão realizadas nos dias 6 e 16 de janeiro de 2022.