O Ministério da Educação informou que o cronograma do Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, está mantido apesar do pedido de demissão de 29 servidores do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, o Inep. O órgão é responsável pela aplicação das provas. Os funcionários pediram demissão dos cargos que ocupam, mas continuam como servidores do Inep. Eles acusam o atual presidente Danilo Dupas — que é o quarto em três anos — de desmonte do Inep, de assédio e de não considerar aspectos técnicos na tomada de decisões.

(foto: Agência Brasil)

O Ministério da Educação acrescentou que as provas estão com a empresa que será responsável pela aplicação dos exames nos dias 21 e 28 deste mês. De acordo com o Inep, 3,1 milhões de inscritos devem fazer o Enem 2021, sendo que cerca de 3 milhões vão realizar provas impressas e 68,8 mil farão a modalidade digital. Os itens das duas versões de avaliação serão idênticos.