O retorno presencial às aulas nas escolas do Estado de São Paulo com 100 por cento dos estudantes passa a ser obrigatório a partir de hoje para os alunos do ensino fundamental e médio. As máscaras continuarão sendo obrigatórias, mas não haverá mais o distanciamento mínimo de 1 metro.

Apenas crianças e adolescentes com atestado médico e alunos que fazem parte do grupo de risco poderão ficar em casa acompanhando as aulas pelo ensino remoto.

No Distrito Federal e nas escolas municipais do Rio de Janeiro o ensino presencial também passa a ser obrigatório a partir de hoje.

Também chegaram ao fim no Estado de São Paulo, desde a última segunda-feira, as restrições aos últimos eventos que ainda estavam proibidos.

Estão liberados os shows com público em pé, as pistas de danças e a volta de 100 por cento do público aos estádios de futebol. Todos os estabelecimentos do Estado podem funcionar sem restrição de público e horário.

O uso de máscaras segue obrigatório. Cabe a cada município definir se segue a liberação por parte do governo estadual. A capital paulista decidiu liberar todos os eventos.